terça-feira, 25 de agosto de 2009

Imãm - Exilado

(Desenho de Ecthlian - DeviantArt.com)

Guardião das Terras do Norte do Mundo Místico, no Plano Paralelo, foi derrotado e morto pelo impertinente jovem Zach, há 15 anos atrás.

Reza a lenda que Imãm havia se tornado um ditador tirânico, estipulando um regime totalitário e intolerante nas Terras do Norte e que intensionava expandir seus poderes para outras terras além, inclusive as do Sul. Tomou o poder do seu país através de um golpe de estado, dissolvendo o Presbitério do Sul, um conselho de anciãos que tem o poder de depor e nomear o Guardião, entre outras coisas. Através de magia obscura, castigou severamente os chefes das insurgências contra o seu governo, inclusive o próprio meio-irmão, o general de guerra do Guardião anterior a Imãm e a quem recaia as preferências do Presbitério para se tornar o novo Senhor de Terras.

Acredita-se que ele esteja morto...

Assim como era o costume entre as mulheres da tribo de sua mãe, por ser homem, Imãm foi criado fora da tribo pelo pai, um wojewoda (governador de voivodato*) que tinhas ligações obscuras com magos-negros (feiticeiros que voltavam a sua ciência para o obscuro, utilizando as energias perniciosas do éter e seus elementos). Com o pai, aprendeu sobre administração territorial, magia - inclusive a negra - e a dissimulação. Seu pai era bondoso para com seu povo, mas cruel e intolerante com invasores, mesmo que estes não oferecessem a mínima ameaça ao seu voivodato, não permitindo migrações e a instalação de renegados nas paragens mais desertas da taiga. Por um lado, a comunidade vivia em relativa tranquilidade. Por outro, os próprios moradores temiam represárias e condenações pelo mínimo erro que cometessem, pois as leis daquele voivodato eram severas.

Tribos como a da mãe de Imãm são comuns no Mundo Místico, sendo que cada terra (país) há ao menos uma. As mulheres se mantém unidas, como se fizessem parte de uma só família, e, apenas, se misturam ao homens para procriarem. As meninas permanecem com as mães e são criadas por elas após o desmame, mas o meninos, geralmente, são enviados aos pais, para serem criados por eles, salvo em casos extraordinários. Tais mulheres não são obrigadas a permanecerem na Tribo após a idade adulta, se assim não quiserem, mas se quiserem se unir a um homem terão de se afastar até que essa união se rompa. Mitra, a esposa de Imãm, foi uma dessas filhas de tribos matriarcais. (Ideia baseada em "As Brumas de Avalon", de M. Z. Bradley)

(em construção...)

2 comentários:

Aline Heloise Martins disse...

Aeee!
Obrigada^^
Esse blog ta me deixando com mais vontade de ler!!! Sério, ele está muito bem articulado e por ele dá pra perceber que a estória está super estruturada (o que tira aquela sensação de que o autor escreve capítulo a capítulo com a primeira coisa que vier à mente).
Parabéns =)
Bjinhus

Diego Henrique- A Caverna Mágica disse...

Eu adorei os personagens são mto legais, eh fiction di mangás q vc faz mesmo?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sanka - In Memoriam

Sanka - In Memoriam
02/04/1998 - 20/09/2011