quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Plano Terrestre - Cenários da Fic

Escrevi bastante sobre o Mundo Místico, mesmo ele não sendo tão importante assim nesta primeira fase de Asas Negras. Bizarramente, comentar sobre o mundo terreno, sobre os cenários e bairros que fazem parte do mundo de Yashalom e dos outros personagens, me parece muito mais difícil do que "inventar" os cenários do mundo do outro Plano. Talvez seja por se tratar dessa nossa realidade aqui, eu creia que devo ser fiel à tal realidade... reconheço que isso é um bloqueio preconceituoso meu e que pretendo quebrá-lo agora! Pois, por mais absurdo que seja, até hoje a cidade e o estado em que Yashalom mora (e seus amigos) não recebeu um nome! No máximo, ficaram restritos (mentalmente, em OFF, pois não mencionei isso na fic, apenas nas notas de rodapé) numa localidade que era o misto de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Como não conheço absolutamente nada desses lugares (aliás, não conheço nada de nada, apenas muito mal onde moro e olha lá!), então não quis arriscar a inventar.
Mas, tentando pôr de lado esse bloqueio estúpido, tentarei, aqui, mostrar e classificar os lugares que aparecem na história.
Aos nativos dos dois estados que mencionei, se quiserem, podem manifestar sugestões :)
Começarei pelo meio, e não pelo começo XD

Floricultura Stª Tereza

É a floricultura de Cherry Blossom, onde Yashalom trabalha como florista, cuidando do horto, das plantas na estufa ou fazendo arranjos e buquês.

Definitivamente, eu sou uma criatura esquisita e assumo isso sem vergonha. Posso ter muita criatividade para dar nomes ao bois, mas, em alguns casos, empaco feito burro no trigo. O nome da floricultura é um belo exemplo disso :/

Na fic, a loja do velho Blossom não tem nome. Em nenhum momento é mencionado isso. E por quê? Porque, simplesmente, jamais havia encontrado um nome que me agradasse e, confesso, não me empenhei quase nada quanto a isso. Até hoje. Exatamente hoje. Recebi uma corrente por email que fala de Santa Tereza é conhecida como santa das pequenas coisas e das pequenas flores e é a padroeira dos cultivadores de flores e dos floristas...

Bingo!

Mais algo a ser consertado na versão final :D

A floricultura é uma casa em estilo colonial, toda em madeira, que fica no bairro onde há uma praia fluvial de nome Ipanema (tal bairro existe de fato no RS), que tem um belo jardim florido à frente da loja e um grande horto nos fundos, que antes era um terreno baldio onde se queimava lixo. Sua mais nobre moradora é uma Acácia Amarela, sobrevivente dos muitos maus tratos que sofreu por anos, sendo a rainha do horto, estando ao centro do enorme jardim. Ela tem uma participação na vida de Yashalom, onde a menina busca, sob sua copa ensolarada de flores amarelas, os lenitivos para o seu espírito.

(Fotos de Ipanema, Porto Alegre, RS)

5 comentários:

A Itinerante - Neiva disse...

Snake,

Vim agradecer a gentileza de sua visita lá na Itinerante e das dicas todas que deixou. Obrigada. Neste findi vou na comunidade que indicou.

Vi que linkou. Agradeço e retribuirei a gentileza. :DD

Tenho o mesmo problema que você na construção do mundo real que me parece mais difuso e irreal do que o mundo etéreo. rsrs

Beijos

Duachais Seneschais disse...

Olá!
Em seu mail vi o link do blog! Muito bom! Interessante! Assim posso acompanhar a criação e descobertas de novos pontos para a obra!
Devo dizer que a escolha para a floricultura do Cherry Blosson foi fantástica!
Abraços!
Dua

Cristina e Márcia disse...

Meu querido miiigo,estava com saudades de vc...mas,foi pura falta de tempo mesmo!
Engraçado,mas todo escritor passa por esse dilema da união do real com o imaginário. Muitas das vezes,escrevemos,escrevemos,e depois,retomamos tuuudo o que foi dito! É um ir e vir constante,e faz parte da construção da obra.
Ainda bem que vc acordou para a sua necessidade,real,nesse momento.
Bjs de magia,
Cris

A Itinerante - Neiva disse...

Snake,

Vamos celebrar as coisas boas da vida? Veja lá em meu blog do que se trata e fica a vontade para aceitar ou não. :D

Beijos

Bella B. Snape disse...

Querido mestre... que saudades de você!
Uma pena o que aconteceu com asas negras...
Aconteceu a mesma coisa com uma fic da Bella Snape, esse povo não tem mesmo o que fazer... Estava perambulando pelo orkut e esbarrei no seu blog sem querer e cá estou eu comentando.

Isso acontece muito comigo tbm, eu estou trabalhando num conto original, mas é muito difícil escrever alguma coisa com relação à ambientação, estou tão acostumada a escrever sobre harry potter, no qual os cenários já estão prontos, quem não me atento à esses detalhes...

Vê se aparece, ok?
Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sanka - In Memoriam

Sanka - In Memoriam
02/04/1998 - 20/09/2011