sábado, 1 de outubro de 2016

Asas Negras - Cap 1 Sonhos - Parte 3

" Vamos até o meu gabinete. " –  Prof.  Rubens cortou o gaguejar da aluna, asperamente. 

O Coordenador Rubens era  um homem que poderia ser comparado a uma tábua de madeira: áspero, reto, seco e de arestas quadradas. Estava no meio do caminho em tudo: tinha a estatura mediana, o tipo físico mediano e já passava da meia idade, que era denunciada pelas mechas de cabelos grisalhos nas laterais da cabeça  –  onde, aliás, estava a maior parte dos cabelos restantes; a outra maior parte estava no generoso bigode, que não permitia sequer ver seus lábios se moverem, o que dava a impressão de que ele, talvez, se comunicasse por telepatia. Sempre bem alinhado dentro de um terno bem cortado, porém antiquado  –  e  quadrado  –  sua  postura e vozeirão sempre impunham o respeito... ao menos, aparentemente. Mas, para Yashalom, ele ainda parecia uma tábua grossa de  madeira, que perambulava sorumbática pelos longos corredores da Escola Federal Darcy Ribeiro, com os ouvidos de um cão e os olhos de uma águia, embora ele afirmasse ter grau oito de miopia em cada olho. 

Chegando ao gabinete, a porta abriu para uma sala ampla e arejada, obsessivamente organizada, limpa e geométrica. A atmosfera só se tornava um pouco mais natural devido à  janela que tomava toda a parede atrás da mesa, deixando transparecer o verde intenso do jardim da escola. 

" Eu... serei suspensa...? " –  Impaciente e quase em pânico, Yashalom perguntou numa voz fugidia. 

" Sente-se e me aguarde. " –  Foi a resposta seca do Coordenador, puxando uma das duas cadeiras que havia de frente à escrivaninha. 

Por um instante, passou pela mente de Yashalom aproveitar a ausência do Prof. Rubens e fugir dali, mas a sua parte racional foi tão rápida quanto o seu instinto de sobrevivência, alertando-a de que aquilo seria uma grande idiotice. Suspirou com pesar e sentou-se, pondo a mochila sobre as pernas. 

Sozinha naquela sala sisuda, ela sentia como se  as estantes de livros e pastas fossem engolfá-la, comprimindo-a entre elas. Teve um tremor e resolveu se concentrar na ampla janela, onde tudo se tornava tão diferente, como se fosse transportada para outro mundo. 

Havia uma árvore de copa frondosa que farfalhava suavemente pelo vento que corria manso àquela hora da manhã. Os brilhos do sol se difundiam por entre as folhagens. Aquela dança lenta, de folhas e luzes que piscavam em profusão, fez com que Yashalom entrasse  em  um rápido estado alterado de consciência, fazendo-a se lembrar dos sonhos estranhos que vinham povoando suas noites há alguns meses.

Continua... 
 
Se quiser adquirir o Romance em formato de livro, poderá fazê-lo através destes links:

Clube de Autores - livro em formato impresso.
Amazon Kindle Store - livro em formato digital.
Donativo - Se preferir apenas fazer uma colaboração, pode fazer seu donativo de qualquer valor através do PagSeguro da Uol. 

Grata!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sanka - In Memoriam

Sanka - In Memoriam
02/04/1998 - 20/09/2011