quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Asas Negras - Cap 2 Mundo - Parte 2


"Suas terras?! Estrangeiros?! Quem é você, maluco? Tá de sacanagem com nossa cara?! Sei, você quer é participar da nossa festinha, é isso! "

Zach fechou as mãos em punhos, estalando as suas articulações, embora sua expressão permanecesse imperturbável. 
 
" Larguem a garota! "

Os renegados se encararam e riram, desdenhando o perigo iminente que corriam, atitude típica de criaturas que não apenas perderam o respeito por si mesmas, mas também – e principalmente – pelos outros. 

" HA HA HA! Tu viu isso?! "

"Acho que sei quem é o maluco! Me contaram uma coisa sobre ele, mas, na hora, não acreditei! "

Deixando a garota de lado, os marginais encararam Zach. Começam a rodeá-lo, olhando-o de alto a baixo. Zach, porém, permanecia calmo, até mesmo de olhos fechados. 

" Será mesmo este o temível Daemon Zach, Guardião das Terras do Sul?! " - Falou o menor, rodeando com seu típico andar felino, sorrindo debochado, deixando à mostra seus dentes pontiagudos. 

" Não seja idiota, Sig! O Guardião deve ter mais o que fazer! Esse aí só quer a vadiazinha pra ele! Almofadinhas não caçam e não dividem sua comida com os plebeus, não é mesmo? " – Completou o grandalhão, olhando de queixo erguido para Zach, mais baixo do que ele em quase duas cabeças. 

" Mas a presa é nossa! Nós a vimos primeiro! "– O outro gritou em resposta, ofendido com as palavras do próprio comparsa. 

" Só a Realeza é egoísta assim, Sig! Deixe que o grande Zach, ou seja lá quem é esse aí, tire um pedacinho dela e veja que a plebe não se atém às migalhas como eles! "

Zach ri, ironizando. 
 
" Como são estúpidos! "

O grandalhão se enfurece e agarra Zach pela gola da túnica, tendo a outra mão fechada em punho, preparado-se para espancar o Guardião. 

"Quem é o estúpido aqui, heim?! Perdeu a noção do perigo?! "

Nem um traço de receio passou pela mente de Zach, embora ele, aparentemente, estivesse na desvantagem da força bruta, e que o renegado mais forte e violento o subjugava com um punho gigantesco a poucos centímetros de seu rosto. Muito sério e calmo, o Daemon encarou seu agressor, mantendo a voz firme e suave de sempre. 

Continua...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sanka - In Memoriam

Sanka - In Memoriam
02/04/1998 - 20/09/2011